Aposte num pergolado para o seu jardim

30 Mar 2021 | Guaíba Park Decoração | -

Autor:

O projeto de um pergolado é simples e por isso não exige grandes investimentos financeiros para a sua construção. Eles são formados uma estrutura de colunas e vigas, podendo ser coberto por vidro, policarbonato, acrílico ou plantas trepadeiras, quando se opta por não fechar sua parte superior.

Aliás, em sua origem, na Itália, os pergolados ou “pérgola” eram usados para dar suporte ao plantio de parreiras de uva. Aos poucos os charmosos e acolhedores pergolados caíram no gosto internacional e, hoje, esses espaços costumam fazer parte daqueles cantinhos especiais das casas, hotéis, clubes, restaurantes, pousadas, etc.

No caso de pergolados com teto e por tanto protegidos da chuva e do sol, você pode ganhar mais um ambiente de estar, instalando sofás, poltronas ou móveis de sua preferência. Importante investir em mobiliário e acessórios que tenham cerca resistência às intempéries da natureza para não ter prejuízo. O mesmo sugere-se caso você decida transformar seu pergolado num espaço gourmet ou numa churrasqueira. As vantagens da cobertura em vidro ou policarbonato é a luminosidade da luz solar.

Mas, se você quer criar apenas um ambiente diferenciado com a cobertura de plantas ou tecidos, uma boa dica é fazer um redário no seu pergolado, por exemplo.

Materiais para o pergolado

Como comentou-se a estrutura é simples: vigas e colunas e, eventualmente, uma cobertura. Pelas origens italianas dos parreirais, ao pensar em pergolado vem à mente uma estrutura em madeira. Sim, esta pode ser uma das opções, mas esse espaço também pode ser construído com uma base de ferro, concreto ou madeira ecológica.

As vantagens da madeira plástica (ou ecológica) sobre a madeira natural é a manutenção, além, claro, da questão ambiental. Essas madeiras costumam ser feitas de plástico 100% reciclado - polietileno e polipropileno. Como não há matéria orgânica na composição, o produto não resseca, não trinca, não racha, não mofa, não pega cupim e nem apodrece. Com relação à coloração, a madeira plástica vem pigmentada com uma tinta que tem proteção contra raios UV. Você não precisa pintar, ou seja, instalou e já está pronto para uso.

Ao questionar-se os custos deste material à empresária Nathália Lau Arend, representante da Walmade Madeira Plástica no Rio Grande do Sul, ela destaca que os preços competem com madeiras nobres, como o Ipê e a Itaúba. “Esse tipo de madeira tem uma durabilidade maior se o cliente fizer a manutenção anual. O custo da manutenção é alto, e pelos cálculos que fizemos em 3 anos de manutenção com madeira natural, você consegue comprar o material em madeira plástica para fazer o seu pergolado novo”, explica.

Mas se você prefere investir em madeira natural a dica é investir em uma madeira nobre e duradoura, como Ipê, Itaúba ou Eucalipto. No caso do Eucalipto, o aspecto rústico dá um toque especial, podendo ser usado no seu formato natural redondo e robusto. Lembre-se que a manutenção é fundamental para não perder o investimento.

Os pergolados em ferro ou concreto também têm preços acessíveis à construção e exigem menos gastos de manutenção. Os ambientes em ferro passam uma sensação de modernidade, mas podem ser igualmente acolhedores.

Use e abuse das plantas nestes ambientes e desfrute desse cantinho especial da casa, ele ficará um charme e ultra acolhedor!

Comentários

Deixe um comentário

Posts Relacionados